Desídia de floricultura deixa festa de formatura sem sequer um arranjo para decoração

A 1ª Câmara Civil do TJ confirmou sentença que condenou floricultura ao pagamento de indenização em favor de acadêmica que, mesmo após contratar e pagar por serviços de decoração, não recebeu sequer um arranjo para ornamentar sua festividade de formatura. O estabelecimento, sediado na capital, terá de pagar R$ 12 mil em benefício da autora.

Ela comprovou nos autos que pagou pelo serviço à vista mas, na data do evento, a empresa não compareceu tampouco enviou qualquer item da decoração combinada.

Para o desembargador Raulino Jacó Brüning, relator da matéria, ficou devidamente demonstrado que a autora firmou contrato com a requerida, que nem mesmo contestou o feito. "A conduta ora reprovada é atribuível à negligência da empresa para com a consumidora e grave falha na prestação de serviços, comprometendo um momento especial e único vivenciado pela cliente", concluiu Brüning. A decisão foi unânime

TJSC
A.M

Outras Notícias

Sargento é condenado por injúria e desacato a soldado

Um sargento da Polícia Militar foi condenado por crimes de injúria e desacato a militar por enviar mensagens a um sol...

Casal de juízes obtém nota máxima em curso de mestrado jurídico com dupla titulação

Os juízes Iolmar Alves Baltazar e Márcia Krischke Matzenbacher obtiveram nota máxima, com distinção e louvor, em suas...

Jogo do Brasil na Copa do Mundo altera expediente do Governo do Estado nesta sexta-feira

O horário de expediente dos órgãos e entidade do Governo do Estado de Santa Catarina terá alterações nesta sexta-feir...

SC define horário de expediente em dias de jogos do Brasil

O governador, Eduardo Pinho Moreira, editou decreto que estabelece o horário de expediente durante os jogos da Seleçã...