Desídia de floricultura deixa festa de formatura sem sequer um arranjo para decoração

A 1ª Câmara Civil do TJ confirmou sentença que condenou floricultura ao pagamento de indenização em favor de acadêmica que, mesmo após contratar e pagar por serviços de decoração, não recebeu sequer um arranjo para ornamentar sua festividade de formatura. O estabelecimento, sediado na capital, terá de pagar R$ 12 mil em benefício da autora.

Ela comprovou nos autos que pagou pelo serviço à vista mas, na data do evento, a empresa não compareceu tampouco enviou qualquer item da decoração combinada.

Para o desembargador Raulino Jacó Brüning, relator da matéria, ficou devidamente demonstrado que a autora firmou contrato com a requerida, que nem mesmo contestou o feito. "A conduta ora reprovada é atribuível à negligência da empresa para com a consumidora e grave falha na prestação de serviços, comprometendo um momento especial e único vivenciado pela cliente", concluiu Brüning. A decisão foi unânime

TJSC
A.M

Outras Notícias

IGP convoca candidatos para segunda fase de concurso público

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e o Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses) tornam p...

Balneário Camboriú terá a maior roda gigante da América do Sul

Aproximadamente 150 pessoas aprovaram, em audiência pública, o projeto da “Big Wheel” - Roda Gigante de 65 metros de ...

Seguem abertas inscrições ao processo seletivo para juízes leigos em Santa Catarina

Seguem abertas - até o próximo dia 25 de janeiro - as inscrições ao primeiro processo seletivo para a função de juiz ...

Praia em Florianópolis amanhece com fusca encalhado na beira do mar

Quem resolveu dar uma caminhada na Praia do Santinho, no Norte da Ilha, na manhã deste domingo (08), se deparou com u...