Multas de radares não cadastrados serão anuladas

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos deputados aprovou o projeto de lei que determina que todos os radares fixos do país sejam cadastrados.

A medida propõe a criação de um banco de dados, fiscalizado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), com o objetivo de dar mais transparência nas informações coletadas pelos aparelhos.

Pela proposta serão inválidas as multas registradas por radares não cadastrados no Cadastro Nacional de Instrumentos Fixos de Fiscalização Eletrônica de Trânsito (Cifet). Atualmente há cerca de 3.500 radares fixos instalados no país.

Ao ser autuado, o motorista poderá consultar pela internet as informações sobre os radares, como sua localização, a data em que passou a operar e a importância de sua instalação naquele local.

O projeto de lei tramita desde 2012 e foi proposto pelo deputado Lázaro Botelho. Para Botelho, esse banco de dados irá transmitir mais confiança aos condutores, de forma a reduzir o sentimento de injustiça em relação às multas geradas pelos aparelhos.


Fonte: QUATRO RODAS
A.M

Outras Notícias

Projeto da Ferrovia da Integração prevê custo de R$ 14 bilhões

Alvo de disputas políticas pelo traçado, a proposta da Ferrovia da Integração ou “ferrovia do frango”, que ligará a p...

Bancários estarão em greve em todo o país na segunda-feira

SÃO PAULO - Os bancários anunciaram uma greve na segunda-feira (19) em uma mobilização contra a retirada de direitos ...

Cidasc divulga chamada para contratação de 228 aprovados nos concursos de 2016

O Diário Oficial do Governo do Estado de Santa Catarina publicou na edição do dia 8 de dezembro de 2017 a resolução n...

China dobra compra de suínos de SC

A China dobrou suas compras de suínos em janeiro em relação a dezembro do ano passado, adquirindo 9,7 mil toneladas, ...