Multas de radares não cadastrados serão anuladas

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos deputados aprovou o projeto de lei que determina que todos os radares fixos do país sejam cadastrados.

A medida propõe a criação de um banco de dados, fiscalizado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), com o objetivo de dar mais transparência nas informações coletadas pelos aparelhos.

Pela proposta serão inválidas as multas registradas por radares não cadastrados no Cadastro Nacional de Instrumentos Fixos de Fiscalização Eletrônica de Trânsito (Cifet). Atualmente há cerca de 3.500 radares fixos instalados no país.

Ao ser autuado, o motorista poderá consultar pela internet as informações sobre os radares, como sua localização, a data em que passou a operar e a importância de sua instalação naquele local.

O projeto de lei tramita desde 2012 e foi proposto pelo deputado Lázaro Botelho. Para Botelho, esse banco de dados irá transmitir mais confiança aos condutores, de forma a reduzir o sentimento de injustiça em relação às multas geradas pelos aparelhos.


Fonte: QUATRO RODAS
A.M

Outras Notícias

Quase um milhão de veículos trafegam com o IPVA atrasado no Rio Grande Sul

De uma arrecadação de R$ 2,581 bilhões projetada para este ano, o calendário de 2018 do Imposto sobre Propriedade de ...

Município receberá mais R$ 150 mil para investir na saúde Ipirense

A Administração Municipal de Ipira recebeu na tarde de segunda-feira (23), a visita do Deputado Estadual César Valdug...

Administração Municipal de Ipira oportuniza contribuintes quanto à regularização de pendências até o final do mês

A Administração de Ipira está oportunizando aos contribuintes com pendências junto ao Município, para se regularizar ...

Justiça determina que INSS inclua trabalho exercido ainda na infância

Uma decisão da Justiça Federal no Rio Grande do Sul tornou possível que brasileiros que começaram a trabalhar ainda n...