Chape empata fora de casa antes da pausa para a Copa do Mundo

Na partida de horário inusitado disputada na tarde desta quarta-feira (13), a Chapecoense enfrentou o América Mineiro - em Belo Horizonte - pela décima segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo foi o último do Verdão antes da pausa para a Copa do Mundo e, mesmo com a superioridade da Chape na maioria das ações, nenhuma das equipes marcou um gol. Com o ponto fora de casa, a Chapecoense garante boa distância do Z-4.

A partida:

A equipe da casa tentou levar perigo ao ataque logo no início da partida, mas esbarrou no bom posicionamento da marcação alviverde e nas defesas seguras de Jandrei. Logo, a Chape conseguiu equilibrar as ações do jogo e dar a resposta: aos 18, Wellington Paulista encontrou espaço e chutou, dando trabalho ao goleiro Jori. Aos 34, o capitão finalizou e, novamente, exigiu boa defesa do arqueiro adversário.

A segunda etapa de partida teve domínio absoluto da Chapecoense. Logo aos dois minutos, Wellington Paulista cruzou, Leandro Pereira deixou passar e a bola quase enganou Jori. Aos 18 minutos, Kleina promoveu a entrada de Bruno Silva no lugar de Canteros e o jovem atacante imprimiu novo ritmo ao duelo. Aos 26, ele puxou contra-ataque, mas foi contido pela defesa. A última boa oportunidade veio aos 41, com Wellington Paulista desviando de cabeça e mandando perto do gol. Sem efetividade, no entanto, o placar acabou igualado em 0 a 0.

Palavra do técnico
Com a pontuação conquistada até aqui, a Chape fica fora do Z-4 nessa parada para a Copa, fato importântíssimo, segundo Kleina.

"Importante a gente parar nesse recesso e estar numa outra posição na tabela e não ficar numa zona de descenso. Temos que enaltecer a atitude da equipe."

Kleina ainda pontua que o América teve bons momentos na primeira etapa, mas na segunda etapa a Chape, com algumas mudanças, a equipe conseguiu neutralizar as ações do adversário e poderia ter saido com os três pontos.

"Eu entendo que as peças fundamentais do América, no segundo tempo, não evoluíram, não conseguiram criar. Quando eles colocaram um atacante especialista de área, o Rafael Moura, junto com o Marquinhos, nós optamos pela velocidade, abrir um pouco mais o campo. Se fazia necessário para a gente poder ter uma transição e o controle do jogo. [...] Quase que a gente sai com uma vitória super importante."

Próximo confronto:

A Chapecoense volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no dia 19 de julho, contra a equipe do Bahia, na Arena Condá. O jogo marca o retorno da competição e é válido pela 13ª rodada.

Foto: Mourão Panda/América-MG

Fonte: Associação Chapecoense de Futebol
A.M

Outras Notícias

Gilson Kleina elogia atuação da Chapecoense diante do Cruzeiro

A vitória da Chapecoense sobre o Cruzeiro, por 2 a 0, na Arena Condá, foi comemorada pelo técnico Gilson Kleina. O re...

Série A: Jogos de Domingo

América Mineiro 3 x 1 Atlético Paranaense Jogando em casa, o América-MG voltou a vencer no Campeonato Brasileiro a...

Série A: Jogos de sábado

Atlético Mineiro 3 x 3 Chapecoense Galo e Chape fizeram daqueles jogos que valem o ingresso. Teve de tudo na Arena...

Trocas de Renato funcionam e Grêmio vence o Ceará

O Grêmio mais uma vez enfrentou dificuldades, mas voltou a vencer no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Tricolor...