Carlos Moisés faz o juramento instantes antes da posse como governador de Santa Catarina(Foto: Diorgenes Pandini)

Carlos Moisés é empossado governador de SC e aponta início da gestão

Florianópolis - As primeiras palavras de Carlos Moisés da Silva (PSL) como governador do Estado foram de compromisso com a transparência e de prioridade nos investimentos em infraestrutura. Moisés e a vice Daniela Reinehr fizeram o juramento e assinaram o livro de posse na Assembleia Legislativa de Santa Catarina na tarde desta terça-feira, 1° de janeiro.

Em seu discurso inaugural, o novo governador destacou que o objetivo da gestão será implantar na máquina pública a mesma eficiência da iniciativa privada catarinense. Entre as medidas apontadas para a mudança no governo, Moisés citou a informação de processos, uso de aplicativos e desenvolvimento de políticas públicas básicas ligadas às áreas essenciais do Estado, como saúde, educação e segurança pública.

Além da transparência, combate à corrupção, diminuição da máquina pública, investimentos em infraestrutura serão a marca do governo que inicia hoje. A educação, a saúde e a segurança dependem do crescimento da economia para permitir que o governo tenha capacidade de atuar nessas esferas. Nossa prioridade será melhorar e evoluir a infraestrutura do nosso Estado, que vai gerar mais renda e riqueza para as pessoas e, consequentemente, mais receita para o governo do Estado investir em educação, saúde e segurança — afirmou.

Há uma previdência a ser equacionada, há uma folha de pagamento para ser ajustada, e uma receita que precisa voltar a crescer sem significar novos tributos. É preciso não apenas gastar menos, mas também gastar melhor aquilo que se arrecada — reforçou.

Ao apontar que a gestão Moisés-Daniela começa com uma grande reforma, o governador recém-empossado também garantiu que o conhecimento técnico terá prioridade na administração.

A partir de agora, à frente de cada área estão os técnicos especialistas, que há muito tempo dedicam o seu tempo e trabalho para fazer mais, para inovar, para melhorar aquilo que já é bom. Mas quem tinha suas vozes muitas vezes sufocadas, agora estão sendo ouvidos pelos nossos técnicos.

O discurso do governador durou aproximadamente dez minutos. O ex-governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), também teve a palavra e afirmou que entrega um governo com uma dívida menor e melhores condições de administração.

Por Roelton Maciel(NSC)

Outras Notícias

Governador de SC diz que dívida ativa é de R$ 700 milhões e anuncia medidas para reduzir despesas

O governador Carlos Moisés (PSL) divulgou na tarde desta quarta-feira (2) as principais ações previstas para os prime...

Bolsonaro dá posse a ministros no Palácio do Planalto após receber faixa presidencial

O presidente Jair Bolsonaro deu posse à equipe ministerial nesta terça-feira (1º), após receber a faixa presidencial ...

Bolsonaro assina decreto que fixa salário mínimo em R$ 998 em 2019

Decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro e publicado nesta terça-feira (1º) em edição extra do "Diário Oficial...

Temer desiste de conceder indulto de Natal em 2018

O presidente Michel Temer desistiu de editar o decreto do indulto de Natal, que concede perdão a presos condenados a ...