Colorado chegou ao terceiro jogo sem vitória no Gauchão

Sobis erra pênalti e Inter cede empate para o VEC com um homem a mais

O Inter acumulou mais um tropeço no Campeonato Gaúcho. Na noite desta quarta-feira, o Colorado teve tudo para vencer o Veranópolis. Nico López abriu o placar quando o VEC tinha um jogador a menos, Sobis desperdiçou um pênalti e depois Raphael Macena empatou para o time de casa e definiu o placar de 1 a 1 pela quarta rodada do Gauchão.

Com o empate, o Inter soma apenas quatro pontos no Gauchão e pode deixar o grupo dos oito primeiros no complemento da rodada. O Colorado volta a campo na segunda-feira, às 20h40min para enfrentar o Brasil de Pelotas no Beira-Rio. O VEC, que tem três pontos, joga na próxima rodada diante do São José, no Passo D'Areia, no domingo.

Primeiro tempo aberto

Depois de duas derrotas seguidas, o técnico Odair Hellmann, em decisão tomada com a direção, determinou que o Inter só irá usar o time titular no Gauchão. Assim, com o 11 que o treinador considera o ideal no momento, o Colorado foi ao estádio Antônio David Farina enfrentar o Veranópolis.
O primeiro tempo da partida foi aberto em Veranópolis. O VEC fugiu da postura habitual de muitas equipes do interior e teve a iniciativa do jogo. Foi do time da casa a primeira chance, aos 5 minutos, com Túlio Renan, que cruzou da direita e complicou a defesa colorada. Cuesta tirou apenas parcialmente e Moledo apareceu para dar um chutão afastando o perigo.

Depois disso, o Inter foi tomando o controle da posse de bola. Com D'Alessandro solto no meio-campo, e Edenilson e Dourado se revezando nas subidas, o Inter teve o controle do setor e começou a criar chances. Aos 8, Pottker chegou a balançar as redes após falha do goleiro Reynaldo, mas o lance foi anulado por impedimento de Edenilson. A resposta do VEC veio na sequência com Raphael Macena, que chutou de fora da área e acertou a trave de Lomba.

O Inter teve sua grande chance do primeiro tempo aos 14 minutos. Nico López recebeu pelo lado esquerdo, se livrou da marcação de Pierre e bateu cruzado. A bola já tinha passado por Reynaldo quando Pottker apareceu livre e errou o chute mandando a bola para a linha de fundo. Um gol incrível perdido pelo camisa 99 colorado.
A equipe de Odair Hellmann ainda teve outra grande chance aos 31. Dessa vez, Dourado tabelou com D'Alessandro e entrou na área para receber o passe. O volante colorado chegou a dar um toque na bola, mas Reynaldo saiu rápido e fez a defesa para impedir o gol no que foi a última oportunidade colorada no primeiro tempo.

Nos 15 minutos finais da etapa inicial, o Inter seguiu dono da bola - terminou o primeiro tempo com 58,8% -, mas sem criar oportunidades. O estreante Tréllez foi pouco acionado. O Colorado até insistiu em jogadas pelo lado do campo, mas os laterais não acertavam os cruzamentos. Bruno errou quatro na etapa inicial e Iago também não acertou nenhum dos seus três cruzamentos.

Nos acréscimos, o Veranópolis quase marcou. Juba recebeu na área, cortou Bruno e chutou já com Lomba vencido. O gol só não saiu porque Cuesta deu um carrinho salvador para manter o placar de 0 a 0 para o intervalo.
VEC tem um expulso e Inter abre o placar

Assim como no primeiro tempo, o Veranópolis iniciou a etapa final ameaçando. Aos 2 minutos, Raphael Macena arrancou no mano a mano com Cuesta em velocidade e chutou para fora. Na sequência, Thalles Cunha arriscou da entrada da área, mas encontrou Lomba bem colocado para fazer a defesa.
O bom início do de etapa final do VEC foi travado aos 9 minutos. O volante Kaio, o único jogador amarelado na partida, acertou William Pottker com o cotovelo e foi expulso. Com um homem a mais, Odair mexeu no Inter com a entrada de Neilton justamente na vaga de Pottker.

Somente após a expulsão que o Inter teve sua primeira chance na etapa final. E foi na individualidade de D'Alessandro. O argentino fez um bonito giro na entrada da área e acabou derrubado por Everton Dias. Ele mesmo bateu e mandou raspando a trave direita de Reynaldo.
O Inter seguiu em cima e Nico López quase marcou aos 18 em chute de primeira que passou muito perto. Logo depois, aos 21, Odair Hellmann mandou Rafael Sobis a campo na vaga de D'Alessandro. E o Colorado aumentou a pressão.

Com o VEC apenas se defendendo, o Inter começou a buscar triangulações pelo lado do campo, mas sem conseguir o espaço para o chute. O Colorado insistiu tanto que conseguiu o gol. Após um lance que começou pela esquerda, chegou a Edenilson na direita e teve duas tentativas de chute de Dourado, a bola sobrou para Nico López. O uruguaio bateu por baixo e venceu Reynaldo para abrir o placar, 1 a 0, aos 30 minutos.

Pênalti perdido e empate do VEC

O Inter teve a chance para liquidar a partida cinco minutos depois em pênalti cometido por Lito, que bateu com o braço na bola após cabeceio de Moledo, mas Rafael Sobis desperdiçou. O camisa 23 chutou no meio e Reynaldo fez a defesa. Sobis ainda pegou o rebote, mas acertou a travessão.
O peso do pênalti perdido por Sobis ficou ainda maior na sequência. Em jogada pelo lado esquerdo, Juba serviu Raphael Macena, que deu apenas um toque para desviar para o gol. O Veranópolis conseguia o improvável empate com um homem a menos.

O Inter foi em busca do segundo gol no desespero nos minutos finais. Odair Hellmann mandou Sarrafiore a campo no lugar do lateral Bruno. Edenilson chegou a ter uma grande chance dentro da pequena área, mas mandou para fora. Sarrafiore, mesmo tendo poucos minutos, tentou ser o articulador da equipe. Ele até caiu na área pedindo pênalti em lance que tocou a bola entre as pernas de Geninho. Anderson Daronco de forma correta não marcou a falta. O Inter pressionou, mas não conseguiu o segundo gol e chegou ao seu terceiro jogo sem vitória no Gauchão.

Gauchão – 4ª rodada
Veranópolis - 1
Reynaldo; Geninho, Pierre (Lito), Jadson; Bovi, Fabrício, Kaio, Talles Cunha (Everton Dias), Juba; Túlio Renan (Juninho), Raphael Macena. Técnico: Vosmir Fabian.
Inter - 1
Marcelo Lomba; Bruno (Sarrafiore), Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado; Nico López, Edenilson, D’Alessandro (Sobis) e Pottker (Neilton); Tréllez. Técnico: Odair Hellmann.
Gols: Nico López (30min/2T); Raphael Macenna (38min/2T)
Cartão amarelo: Juba
Cartão vermelho: Kaio (VEC)
Árbitro: Anderson Daronco

Fonte: Correio do Povo
A.M

Outras Notícias

Time alternativo do Grêmio goleia o Caxias no Centenário

O time alternativo do Grêmio goleou o Caxias, por 3 a 0, na tarde deste domingo, no estádio Centenário, e ampliou a d...

Torcida de adversário da Chape ameaça jogar bomba para adiar jogo da Sul-Americana

A torcida do Unión La Calera, do Chile, ameaçou jogar uma bomba para adiar o jogo contra a Chapecoense, com direito a...

Time alternativo do Inter perde para o São José, no Passo D’Areia

Com um time formado por reservas, o Inter perdeu para o São José, por 2 a 0, neste domingo, no estádio Passo D’Areia....

Brasil terá grupo com Peru, Venezuela e Bolívia na Copa América

O Brasil enfrentará Peru, Venezuela e Bolívia no Grupo A da Copa América 2019. O caminho considerado fácil foi defini...