Foto: Mauricio Vieira/Secom

Helicóptero que era de uso exclusivo do governador faz primeiro transporte de órgão para transplante

O helicóptero, que até esta semana era de uso exclusivo do governador de Santa Catarina, foi utilizado na manhã desta sexta-feira, 8, para transportar um coração de Brusque a Blumenau, onde um paciente aguardava um transplante. A ação foi o primeiro resultado prático do convênio assinado na última quarta-feira, 6, que permitiu o uso da aeronave para transporte de órgãos e tecidos.

Para o secretário de Estado da Saúde, Helton de Souza Zeferino, a ação desta sexta-feira, demonstra a seriedade do Governo do Estado, a preocupação com o cidadão e, principalmente, o bom uso dos recursos públicos em prol de todos os catarinenses.

“Podemos dizer que já salvamos uma vida com esta decisão”, reconheceu o coordenador estadual da SC Transplantes, Joel de Andrade. Além do coração, na manhã desta sexta-feira também foi transportado para Florianópolis o material genético do doador, para avaliar a possibilidade de doação de pâncreas e rins. “A agilidade e presteza no transporte são fatores essenciais para o sucesso dos transplantes. Só temos que agradecer ao governador Moisés pela decisão de compartilhar o helicóptero”, disse Andrade.

A medida foi determinada pelo governador Carlos Moisés para melhor aproveitamento do contrato de aluguel da aeronave, que prevê no mínimo 25 horas de voo por mês. Moisés não vem utilizando a aeronave e decidiu deixá-la à disposição para ajudar a salvar vidas. Agora, o transporte de órgãos ou tecidos passa a ter prioridade no uso do helicóptero.

A sugestão partiu da Casa Militar, responsável por acionar a aeronave sempre que a Secretaria de Estado de Saúde, por meio da SC Transplantes, solicitar um transporte de órgão ou tecido. A assinatura do convênio teve a participação dos secretários Douglas Borba (Casa Civil), Helton Zeferino (Saúde), João Carlos Neves Júnior (Casa Militar) e do major bombeiro George de Vargas Ferreira, coordenador de transporte aéreo da Casa Militar.

Em Santa Catarina, seis hospitais realizam o procedimento, em Blumenau, Joinville, Florianópolis, Chapecó, Jaraguá do Sul e Itajaí. O Hospital São José, em Criciúma, foi habilitado em janeiro deste ano para a realização de transplantes.

Fonte: Via: Secom / SC

Fotos

Outras Notícias

PREFEITURA PREPARA CONSULTA PÚBLICA PARA DISCUTIR LOCAL DE CONSTRUÇÃO DE CRECHE EM PIRATUBA

Por: Ernoy Mattiello – ASCOM & MARKETING A Prefeitura de Piratuba agendou para a próxima quinta-feira, (07) um e...

“Operação Dois Campos” afasta delegado da Polícia Federal de Passo Fundo

Uma operação conjunta entre a Polícia Federal e o Ministério Público Federal teve sua fase ostensiva deflagrada em Pa...

Caminhão da sorte chegou em Piratuba

O "caminhão da sorte" chegou nesse domingo em Piratuba . É a primeira vez que a "unidade móvel" da CAIXA estará na ci...

Gato viaja 180 km em motor de carro no Paraná

Um gato viajou cerca de 180 km no motor de um carro que saiu do balneário de Ipanema, em Pontal do Paraná, no litoral...