Mulher 'se casa' com cão após desistir de homens

"E eu os declaro cachorro e esposa" poderia definir a vida de Wilhelmina Morgan Callaghan, da Irlanda do Norte.

Depois de um ano vivendo com Henry Frederick Stanley Morgan, ela decidiu "se casar" com ele. Só um detalhe: Henry é um cão. Mais precisamente um Yorkshire terrier.

De melhor amigo a marido. Assim foi transformada a vida de Wilhelmina, após a norte-irlandesa desistir dos homens por causa de seguidas decepções amorosas.

Wilhelmina, de 43 anos, defende a sua escolha: Henry está sempre disponível para um carinho, é leal, bondoso e companheiro.

O "casamento" se deu por meio de um site que se especializou em reunir em "matrimônio" pessoas e seus pets.

O cão foi adotado por Wilhelmina em 2008. A relação se tornou muito forte e se intensificou ainda mais após a "união formal", em dezembro do ano seguinte, que teve até "papel passado".

"Em 2009, logo após casarmos, eu perdi o meu emprego em um necrotério e passei a ser free-lancer de embalsamento. Não havia muito dinheiro, e a minha casa acabou inundada em um temporal", recordou a norte-irlandesa, segundo reportagem do "Mirror". "Henry se manteve leal. Ele é o meu rei", completou.

O típico "na alegria e na tristeza".

O relacionamento deu "cria". Wilhelmina tem outros dez cães: Merrick-Thor, Mercurius, Medeia, Celia, Madoc, Francesca, Bebe, Victor, Blodwen e Ludwig. Henry é quem mantém a ordem e a paz em casa.

"Casamentos com pessoas acabam, mas sei que estarei com Henry pelo resto da vida. Ele é perfeito para mim", finalizou Wilhelmina.

Fonte: G1
A.M

Outras Notícias

Vestida de noiva, jovem vai a túmulo de bombeiro no dia em que iriam se casar

Fotos de uma noiva com vestido de casamento visitando o túmulo de seu noivo no dia em que eles se casariam têm comovi...

Raro VW Fusca de 1964, quase sem uso, está à venda por US$ 1 milhão nos EUA

Um raro VW Fusca de 1964 está à venda nos Estados Unidos por nada menos que US$ 1 milhão, o que equivale a cerca de R...

Menino com autismo é premiado após ligar para emergência e salvar mãe

Um menino de 5 anos com autismo que discou para o serviço de emergência do Reino Unido depois que a mãe desmaiou foi ...

Jovem indonésio sobrevive após ficar 49 dias à deriva em cabana flutuante no Oceano Pacífico

Um jovem indonésio sobreviveu 49 dias à deriva no mar, em uma cabana de pesca flutuante, até ser resgatado por uma na...