Ato de heroísmo de estagiária de Tubarão salva vida de mulher atacada por abelhas

A estagiária Nayara Torres Tramontin, lotada no cartório da 2ª Vara Cível da comarca de Tubarão, praticou um ato de heroísmo na tarde da última quinta-feira (22/2) após salvar uma mulher que sofria um ataque de abelhas na área de entorno do fórum.

Segundo servidores que acompanharam a cena, a mulher levava sua sobrinha para a escola, em um carrinho de bebê, quando a movimentação de trabalhadores que limpavam um terreno baldio nas proximidades alvoroçou uma colmeia. Os insetos, em enxame, passaram a atacar os transeuntes.

Um dos operários conseguiu tirar a criança do carrinho e trancou-se com ela na cabine do caminhão que utilizavam. A mulher não teve a mesma sorte e sofria o ataque das abelhas quando a estagiária correu até ela e conseguiu trazê-la para o interior do fórum. Lá, outro servidor, com curso de primeiros socorros, prestou atendimento até que o Samu fosse acionado.

A mulher levou em torno de 30 picadas na cabeça e nos braços e precisou ser levada para tratamento especializado em hospital da região. Ficou o restante do dia em observação, foi medicada e posteriormente liberada. Seu marido demonstrou gratidão pela atitude e enviou mensagens de agradecimento aos servidores da comarca.

"A bravura dessa menina nos orgulhou muito e propiciou um final feliz para a história. Acreditamos que ela realmente salvou a vida da moça", comentou a analista jurídica Juliana Alberton Schlickmann, chefe de cartório da 2ª Cível.

TJSC
A.M

Outras Notícias

Prefeitura pode revogar licenças de bar quando constatados incômodos à vizinhança

A 5ª Câmara de Direito Civil do TJ manteve, por unanimidade, decisão de primeiro grau que considerou legal ato de uma...

Mulher adota criança fruto de relação do marido com sua própria irmã

A 4ª Câmara Civil do TJ concedeu a uma mulher do sul do Estado o direito de adotar o filho gerado por seu companheiro...

Ciclista que caiu de ponte pênsil será indenizado por má conservação da travessia

A 3ª Câmara de Direito Público do TJ confirmou sentença que condenou município ao pagamento de indenização, por danos...

Existência de BO não é prova de má conduta em desfavor de candidata a cargo público

A simples existência de boletins de ocorrência registrados contra candidata que disputa concurso público, ainda que p...