Documento digital dispensa a impressão da segunda via do título de eleitor; aplicativo está disponível para download nos sistemas operacionais iOS e A

E-título: saiba como baixar o título digital para votar nestas eleições

Os eleitores que forem votar no próximo domingo (7) poderão usar o e-título, aplicativo de celular que traz a versão digital do título de eleitor impresso. O e-titulo contém as informações sobre a situação do eleitor e local de votação, e pode até substituir o documento com foto, para aquele eleitor que já fez o recadastramento biométrico.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o aplicativo está disponível para os aparelhos de celular e tablets que utilizam os sistemas operacionais iOS (iPhone) e Android.

Ao baixar o aplicativo e realizar a busca com o número do título de eleitor, o cidadão poderá ter acesso a informações sobre a zona eleitoral em que votará e sua situação cadastral em tempo real.
Conforme estatísticas do TSE, até agora só 6.319.161 eleitores baixaram o e-título, o que representa 4,3% do eleitorado.

Quem pode usar

Se o eleitor já tiver feito o recadastramento biométrico (cadastro das impressões digitais) junto à Justiça Eleitoral, a versão do e-título virá acompanhada da foto do eleitor. Assim, não é preciso levar documento com foto nem título de eleitor.
Caso o eleitor ainda não tenha feito o recadastramento biométrico, a versão do e-título não terá foto. Nesse caso, o eleitor não precisa levar o título, mas está obrigado a levar outro documento oficial com foto para se identificar ao mesário durante a votação.

O título de eleitor impresso continua valendo, mas ele exige a apresentação de um documento com foto (como RG ou carteira de motorista) para que a votação seja realizada.
Como usar

Após baixar o app no celular, basta inserir os dados pessoais exatamente como estão registrados no Cadastro Eleitoral. Se houver discordância, o sistema não validará o cadastro.
O e-título também permite ao eleitor emitir a certidão de quitação eleitoral e de crimes eleitorais. Essas certidões são emitidas por meio do QR Code, código que possibilita a leitura pelo próprio celular.

Fonte: G1
A.M

Outras Notícias

Justiça condena PT a indenizar Luciano Hang e a Havan

O juiz Tanit Daltoé, da 2ª Vara Cível de Itajaí, condenou o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em ...

PF indicia Michel Temer e filha Maristela por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

BRASÍLIA — Após 13 meses de investigação, a Polícia Federal(PF) finalizou o inquérito que apurava se o presidente Mic...

TSE conclui apuração do 1º turno e registra abstenção de 20,33%

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concluiu às 21h20 de segunda-feira, 8, a apuração dos votos do primeiro turno das...

Candidatos barrados pela Justiça recebem 3,7 milhões de votos

Os candidatos com registro rejeitado pela Justiça Eleitoral mas que ainda têm recursos pendentes nos tribunais region...