Número de linhas fixas sofre nova queda em agosto

Claro é a que possui mais linhas entre as autorizadas e Oi lidera entre as concessionárias.

O número de linhas fixas em operação no Brasil vem caindo em um ritmo contínuo. De julho para agosto, a redução foi de -0,59%. Ou seja, 233.113 linhas a menos.

Nos últimos 12 meses, essa redução foi de 1.810.123 linhas, o que representa uma queda de -4,42%.

Segundo dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta terça-feira (09), 16.711.948 linhas fixas foram registradas pelas autorizadas do país e 22.400.445 pelas concessionárias.

Nos últimos 12 meses, as linhas concessionárias registraram a maior redução percentual, com uma queda de -6,68% no número de linhas, o que equivale a 233.113 unidades.

Já as autorizadas tiveram uma redução de 207.086 linhas, uma queda de -1,22%.

Comparado a julho deste ano, houve diminuição de 80.264 linhas (-0,48%) entre as autorizadas e nas concessionárias a redução foi de 152.849 linhas (-0,68%).

Operadoras

A Claro segue na liderança do mercado entre as autorizadas, com 10.607.185 linhas, 63,47% do total de linhas ativas.

Na sequência, está a Vivo com 4.422.542 (26,46%), TIM com 767.060 (4,59%), Algar (CTBC Telecom) com 421.146 (2,52%), Oi com 171.645 (1,03%).

Quanto às concessionárias, a Oi continuou liderando o mercado em agosto, com 12.684.520 linhas (56,63%).

A Telefônica ocupa o segundo lugar, com 8.800.959 (39,29%). Em seguida, temos Algar com 754.594 (3,37%), Sercomtel com 158.515 (0,71%) e Claro com 1.857 (0,01%).

Na última quinta-feira (04), a Anatel decidiu abrir uma consulta pública com a finalidade de licitar para outras empresas a concessão e as autorizações que hoje a Sercomtel detém para explorar telefonia fixa e celular.

Esse foi o primeiro passo da agência em direção à cassação das licenças da operadora paranaense.

Estados

No mês de agosto, entre as autorizadas, o estado de São Paulo manteve o maior quantitativo de linhas fixas, com 5.650.847 unidades (33,81%), seguido pelo Rio de Janeiro com 1.987.545 (11,89%).

Mesma situação entre as concessionárias, 8.980.886 linhas (40,09%) em São Paulo e Rio de Janeiro com 2.540.089 linhas (11,34%).

No final de setembro, as propostas do Plano Geral de Metas para a Universalização (PGMU) da telefonia fixa e o Relatório Anual da Anatel de 2017 foram aprovadas pelo órgão regulador.

Minha Operadora

Outras Notícias

Câmara de Vereadores rejeita projeto para instalação de bloqueadores de ar

Após rejeição por parte da comissão de constituição, justiça, redação de leis e veto, o legislativo Piratubense rejei...

Vereadora Cláudia sugere aumento da licença paternidade para funcionários públicos de Piratuba

A vereadora Cláudia Jung (MDB) protocolou nos últimos dias, indicação que modifica o estatuto dos servidores públicos...

Piratuba oficializa programação da 30ª Festa do Agricultor

Feira de máquinas e equipamentos agrícolas e mostra de terneiras, são algumas das atrações programadas para a edição ...

Município de Ipira promove IV Encontro de Falantes do Hunsrückisch

Ipira promoveu no último sábado (22), o IV Encontro de Falantes de Hunsrückisch. Numa parceria do IPOL – Instituto de...