8,5% dos catarinenses vivem abaixo da linha da pobreza, aponta IBGE

Aumentou a pobreza no Brasil entre 2016 e 2017. É o que aponta a Síntese de Indicadores Sociais (SIS), divulgada nesta quarta-feira pelo IBGE. Segundo a linha de pobreza proposta pelo Banco Mundial (rendimento de até US$ 5,5 por dia, ou R$ 406 por mês), a proporção de pessoas pobres no Brasil era de 25,7% da população em 2016 e subiu para 26,5%, em 2017.

Porém em Santa Catarina os percentuais de pobreza diminuíram. O Estado tem a menor proporção da população vivendo abaixo da linha de pobreza. São 8,5% dos catarinenses que vivem com menos de R$ 406 mensais por mês. Bem abaixo do segundo colocado, Rio Grande do Sul, com 13,5%. Além disso, em 2016, eram 9,6% nesta situação em SC.

Já em relação à extrema pobreza (segundo Banco Mundial aqueles que vivem com renda inferior a US$ 1,90 por dia, ou R$ 140 por mês) , o percentual é de 1,7% dos catarinenses, também a menor taxa do país, cuja proporção é de 7,4%. Em 2016, essa taxa era de 2% em SC.

Santa Catarina também se destaca com a menor desigualdade de renda entre os Estados, medida pelo Índice de Gini, que quanto mais perto de 1,0, maior a desigualdade. Em SC, esse indicador em 2017 era de 0,421, o que representa uma diminuição frente a 2016 (0,429).

No país o Índice de Gini em 2017 era de 0,549, já em 2016 era de 0,546.

A renda média de 2017 em Santa Catarina ficou em R$ 1.805, bem abaixo dos R$ 3.087 do Distrito Federal, a mais alta do país. Em 2017, o rendimento médio mensal domiciliar per capita no país foi de R$ 1.511. As menores médias foram no Nordeste (R$ 984) e Norte (R$ 1.011), regiões onde quase metade da população (respectivamente, 49,9% e 48,1%) tinha rendimento médio mensal domiciliar per capita de até meio salário mínimo.

* Com informações Estadão Conteúdo
A.M

Outras Notícias

Prefeituras têm até 30 de abril para aderir ao Programa Badesc Cidades

As prefeituras interessadas em adquirir financiamento com recursos do Programa Badesc Cidades têm até 30 de abril par...

BC: taxa de pagamento do cartão de crédito chegou a 79% em dezembro

Os consumidores estão mais atentos ao pagamento da fatura do cartão de crédito na data do vencimento. Segundo o Relat...

IPVA 2019: parcelamento em três vezes sem juros termina hoje

Proprietários de veículos com placas que terminam em 4, que optarem por pagar o IPVA em três vezes sem juros, devem q...

Santa Catarina recebe grupo do setor de vestuário que vai gerar 4 mil vagas de emprego

Especializado no segmento de moda premium no Brasil e com várias marcas no portfólio, o Grupo Pasquini dá início às a...