Conselheiros Tutelares são diplomados em Ipira

As crianças e adolescentes brasileiros são protegidos por uma série de regras e leis estabelecidas pelo país. Após anos de debates e mobilizações, chegou-se ao consenso de que a infância e a adolescência devem ser protegidas por toda a sociedade das diferentes formas de violência. Também acordou-se que todos somos responsáveis por garantir o desenvolvimento integral desse grupo. Para serem efetivados, os preceitos da Constituição devem ser transformados em leis. No caso da infância, a lei mais importante que decorreu dela é o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), lei nº 8.069. Em vigor desde 1990, o ECA é considerado um marco na proteção da infância e tem como base a doutrina de proteção integral, reforçando a ideia de "prioridade absoluta" da Constituição. Para cumprir o determinado no ECA foi criado o Conselho Tutelar, composto por cinco membros, eleitos pela comunidade para garantir a proteção integral dos direitos das crianças e dos adolescentes.

Partindo desses princípios, o Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente-COMDICA, juntamente com a Administração Municipal de Ipira realizaram no dia 10.01, o cerimonial de posse dos novos Conselheiros Tutelares para o Município, quadriênio 2020/2024.

Foram diplomados e empossados para o novo mandato, Débora Jussara Koehler, Marilene Pereira de Aguiar, Maristela da Silva, Melânia Dambroz Hoffmann da Silva Angeli e Naiara Chaves de Andrade.

Conforme Carlos Evelásio Kaster, Presidente do COMDICA e da Comissão de Eleição do Conselho Tutelar, o Conselho Tutelar tem função de destaque na proteção da infância e adolescência, pois compõem a rede de atendimento. “O Conselho Tutelar realiza um trabalho educativo de atendimento, ajudam e aconselham os pais ou responsáveis, superando as dificuldades materiais, morais e psicológicas em que eles se encontram, de forma a propiciar um ambiente saudável para as crianças e adolescentes”, afirmou Carlos.

Para a Administração Municipal de Ipira, os desejos são de que os conselheiros tutelares empossados realizem um ótimo trabalho, regado a muito discernimento da lei, priorização da criança e adolescente em parceria com a rede de atendimento.

Cidiane Pedrussi

Outras Notícias

Estado confirma 43.031 casos e 497 mortes por Covid-19

O Governo do Estado informou que há um total de 43.031 pacientes com teste positivo para Covid-19, sendo que 34.473 s...

Comitê para retomada das aulas presenciais apresenta novos encaminhamentos e ferramenta de gestão

O comitê estratégico para retomada das aulas presenciais em Santa Catarina, formado por 15 instituições, teve mais um...

MEDIDAS PROTETIVAS DA BRF AMPLIAM FROTA DE TRANSPORTE FRETADO DE COLABORADORES

Para assegurar as ações protetivas contra a Covid-19, a BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, amplio...

Cidade faz operação em recuperação de trecho urbano em Piratuba

Equipes da Secretaria de Cidade, deflagraram na tarde desta sexta-feira (10), uma operação que deve frear o surgiment...