Saretta apresenta projeto que viabiliza compra de vacinas pelo Estado

O deputado estadual Neodi Saretta protocolou projeto de lei na Assembleia Legislativa (Alesc) para regulamentar a compra de vacinas para o combate a Covid-19 pelo Estado de Santa Catarina diretamente dos fabricantes, desde que tenham taxa global de eficácia recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Anvisa, de ao menos 50%.

“É claro que o ideal é que a União as adquira, através do Ministério da Saúde, mas é importante o protagonismo do Estado. Temos poucas vacinas, o governo brasileiro demorou para comprá-las, está com dificuldades em adquirir mais e a Anvisa para aprovar novos imunizantes”, disse na manhã desta quinta-feira, em pronunciamento no Plenário.

Saretta citou como exemplo o caso do consórcio do Nordeste, que foi atrás da Sputnik e teve a perspectiva da compra de 55 milhões de doses. “Quando o negócio estava encaminhado, colocou à disposição do Ministério da Saúde.”

O projeto também prevê que o governo poderá firmar convênios com a iniciativa privada para operacionalizar a logística de vacinação dos trabalhadores de empresas catarinenses e adiantar o calendário de imunizações, desde que comprovada à vacinação da prioridade anterior.

Agilidade - O deputado destacou a importância da agilidade na aplicação das vacinas quando chegam na ponta, pois a demora é muito grande. “As primeiras doses eram poucas e os grupos muito restritos.” Ele sugeriu que se abra um pouco mais o público alvo dentro dos grupos prioritários. “Por exemplo: determinados municípios colocaram apenas idosos a partir de 90 anos, então teve dias que vacinou quatro pessoas. Poderiam incluir pessoas acima de 85, 80 anos para a fila andar com mais rapidez”.

Saretta também voltou a cobrar ampliação, credenciamento de leitos de UTI/Covid e de pessoal qualificado para fazer frente ao colapso na saúde no Oeste. Segundo ele, em Concórdia a UTI e os leitos clínicos estão lotados. “Ontem havia na emergência três pacientes aguardando por vaga.”

Comissão de saúde - O deputado Neodi Saretta foi reeleito, por unanimidade, presidente da Comissão de Saúde da Assembleia de Santa Catarina. O parlamentar disse que vai continuar realizando o trabalho na defesa da saúde dos catarinenses. “É uma tarefa importante e de muita responsabilidade, por isso vamos continuar trabalhando e contribuindo na busca de ações para melhorar a saúde dos catarinenses e, neste momento, assim como já estamos fazendo, as ações no enfrentamento da pandemia”.

Outras Notícias

Três novos focos do aedes são identificados em Ipira

Três novos focos foram identificados pelo setor epidemiológico no município de Ipira. As novas amostras coletadas e q...

Brf é pioneira no desenvolvimento de alimentos e traz carne cultivada para o brasil

A BRF, uma das maiores empresas de alimentos do mundo, se uniu à startup israelense Aleph Farms para ser a primeira e...

Prefeitura, Policia Militar e Vigilância fecham ponto de aglomeração em Piratuba

Em situação de colapso da saúde na região, em um trabalho conjunto, foi realizado na tarde desta quinta-feira (04), o...

Piratuba adota novas Normas Sanitárias para enterro de vítimas do Coronavirus

Além da dor da perda do ente querido, as famílias estão enfrentado um outro sofrimento, a de não poder se despedir do...