BRF aposta em linhas especiais dedicadas aos pets

Uma das maiores companhias de alimentos do mundo, a BRF conta com um time de nutricionistas responsáveis por desenvolver rações balanceadas para serem produzidas nas 21 fábricas, que abastecem os produtores integrados que criam aves e suínos e também o mercado pet, hoje uma das principais avenidas de crescimento da Companhia nos próximos anos apresentada no plano Visão 2030, divulgado em dezembro do ano passado. Esses profissionais, que trabalham em unidades no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais, preparam as formulações das rações especiais para cada tipo de animal, de acordo com as etapas de crescimento deles, de acordo com o gerente de Nutrição Animal, Marcus Reginatto.

Uma das fábricas, localizada em Francisco Beltrão, no Paraná, é totalmente dedicada a produção das rações especiais para cães e gatos e uma linha comercial destinada às lojas especializadas em agropecuária com rações para coelhos, codornas, cavalos, aves, suínos, peixes e bovinos. No caso dos pets, ela produz as linhas Balance, Bonos e Supper, que trazem aspectos nutricionais de alta qualidade em suas categorias de mercado. Essa fábrica é acompanhada pelo médico veterinário e nutricionista Dalton Casaletti.

“Recentemente, apresentamos uma linha de rações secas para gatos filhotes, adultos e castrados, com formulação preparada por um time de especialistas”, destaca Casaletti. A nova linha também traz benefícios essenciais para os animais, como o perfeito balanceamento de minerais na sua composição, que auxilia na manutenção do pH urinário, reduzindo a formação de cálculos e cristais renais, além de ingredientes selecionados que ajudam no controle de bolas de pelo que podem causar vômitos e desconfortos gástricos decorrentes de lambeduras. “A meta é seguir nesta linha trazendo mais produtos, inovação, ampliar o portfólio e, principalmente, aumentar a produção”, ressalta.

A BRF possui convênios com universidades e instituições de pesquisa para realizar testes de performance de alimentos, onde são avaliados desde a palatabilidade e a digestibilidade dos ingredientes utilizados até comparações com os produtos dos concorrentes. “Os testes fazem parte do P&D (pesquisa e desenvolvimento). Não é apenas fazer uma fórmula e sair produzindo. Os estudos levam meses até se lançar um novo produto”, explica o especialista em nutrição Dalton Casaletti. “Uma ração boa começa com bons ingredientes. É preciso ter todo esse desenvolvimento e se certificar que as empresas os fornecem para as fábricas tenham a qualidade necessária conforme os padrões da BRF”.

O diretor de Pet Food da BRF, Vladmir Maganhoto, diz que os tutores de gatos estão cada vez mais atentos à alimentação de seus pets, justamente porque sabem das peculiaridades que envolvem o universo dos felinos, como problemas de trato urinário, obesidade e engasgamento e a exigência do paladar. “Frente a essas preocupações e para ajudar a melhorar a vida dos 27 milhões de gatos no Brasil, Balance desenvolveu uma linha premium de alimentos para gatos que chega com a proposta a suprir todas essas necessidades, além de ser saudável e rica em nutrientes”, destaca.

Conforme antecipou o CEO da BRF, Lorival Luz, ao apresentar o plano Nossa Visão 2030, Brasil já é o segundo mercado do mundo em rações para pets, atrás dos Estados Unidos. Luz projeta um crescimento na oferta de produtos e uma perspectiva com potencial de triplicar nos próximos nove anos, com a Companhia sendo protagonista nessa área. “Queremos ser líderes nesse negócio, primeiramente no Brasil”, salienta Lorival Luz.

Cláudio Thomas

Outras Notícias

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 para 2022

O governo federal propôs um salário mínimo de R$ 1.147 para 2022, segundo o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentária...

Deputado Fabiano apresenta PL que institui o Programa Estadual de Renda Básica de Cidadania e de Renda Básica Emergencial

O Brasil tem hoje 14,3 milhões de desempregados e quase 27 milhões de pessoas na extrema pobreza. Diante desse cenári...

Carlos Moisés determina à Fazenda estudo para implantação de auxílio emergencial em Santa Catarina

O governador Carlos Moisés da Silva determinou à Secretaria de Estado da Fazenda a realização de um estudo técnico pa...

Valor do ICMS cobrado no combustível é tema da sessão na Alesc

O valor do ICMS, cobrado pelo estado no preço do combustível será o tema predominante na sessão desta quarta-feira, 1...