Marcelino Ramos aguarda o resultado de 06 suspeitas para dengue

O Município de Marcelino Ramos tem registrado um grande número de focos do mosquito Aedes aegypti, assim como vem acontecendo em grande parte da região. Nesta terça-feira mais uma vez o setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, e os Agentes Comunitários de Saúde estão realizando um trabalho de busca por locais que possam ser criadouros de mosquitos e realizando um trabalho de orientação a população. Como é do conhecimento de todos o mosquitos aedes aegypti transmite além da dengue a chikungunya e o vírus zika.

Na manhã de hoje recebemos aqui na Rádio Salette a Vigilante Epidemiológica, Keila Zamboni e a Agente Comunitária Marlene Oldoni para falarmos sobre a situação do mosquito da dengue aqui no município.
Infelizmente nos últimos dias a Secretaria Municipal de Saúde recebeu a informação de que 03 pessoas já teriam sido contaminadas pela dengue, o resultado foi obtido através de exames em laboratórios particulares, e outros 03 casos apresentaram os sintomas. Material para exame dos seis casos foi coletado e enviado ao Laboratório Central e o resultado deve ser recebido até o final da semana.

A transmissão acontece através da picada do mosquito que vive dentro de casa e perto do homem. Com hábitos diurnos, o mosquito se alimenta de sangue humano, sobretudo ao amanhecer e ao entardecer e se contaminado com alguns dos vírus pode transmitir a doença. Para boa parte das pessoas, a dengue pode não apresentar sintomas.

Para outras, eles podem ser leves e até mais graves como hemorragia ou choque térmico. No entanto, de forma geral, os sintomas são variados e podem ser observadas as seguintes manifestações: eritema (mancha vermelha parecidas com alergia), dor no corpo mialgia (dor muscular), fadiga dor de cabeça, dor no fundo dos olhos, febre (maior que 38,5ºC), perda de apetite, dor abdominal entre outros sintomas.

Há uma grande semelhança de sintomas entre a Dengue e o Coronavirus, por isso é necessária a realização de exame laboratorial. A vigilante epidemiológica, Keila Zamboni destaca que, "Marcelino Ramos infelizmente registrou casos da dengue, e este é o momento de toda a população redobrar a atenção em seus imóveis, buscando eliminar locais que possam armazenar água e se tornarem criadouros do mosquito".

"Os Agentes Comunitários estão visitando todos os imóveis prestando orientação e fazendo a verificação, mas é importante que toda a comunidade também colabore. Por favor nos ajudem neste momento", destacou a agente Marlene Oldoni. Neste período é orientado que seja utilizado com mais frequência, repelentes e seja redobrada as atenções com relação as residências, evitando que os mosquitos entrem no imóvel no fim de tarde ou a noite.

Acreditamos que todos são sabedores dos cuidados básicos para evitar os focos do mosquito, basta apenas que as orientações sejam postas em prática. Façam uma vistoria semanal em suas residências, comércio ou terrenos e elimine qualquer local que possa armazenar água.

Rádio Salette

Outras Notícias

Companhia Hidromineral de Piratuba estima perca de arrecadação de 4 milhões de reais somente com a bilheteria

O presidente da Companhia Hidromineral de Piratuba, Joelson Medeiros, e o secretário de administração do município, G...

Prefeitura de Piratuba abre tomada de preço para pavimentação da Rua Acre

A Prefeitura Municipal de Piratuba abriu edital para tomada de preços, visando a contratação de empresa de engenharia...

CCJ da ALESC rejeita PL que vedaria a cobrança no religamento de água e luz no estado

A Comissão de Constituição e Justiça – CCJ – da Alesc, rejeitou o PL 2513/2019 de autoria da deputada Paulinha (PDT) ...

BRF avança na expansão em espaços diferenciados, fruto de parceria com varejistas

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, pretende ampliar em 300% sua presença com espaços diferencia...