BRF de Campos Novos é referência ao controlar 38 mil itens de qualidade dos produtos e processos

Uma das maiores companhias de alimentos do mundo, a BRF tem como compromisso garantir a segurança alimentar de toda a cadeia produtiva, do campo à mesa do consumidor. Para cumprir esse objetivo, conta com um amplo sistema de qualidade. Uma mostra da complexidade desse conjunto de práticas com apoio de tecnologia, que dita a operação em toda a empresa, é a planta de Campos Novos (SC), uma das principais unidades de exportação para os quatro continentes e detentora do maior número de habilitações para a venda de produtos suínos. Diariamente ali, no Meio-Oeste de Santa Catarina, os colaboradores capacitados pelo Sistema de Gestão de Qualidade (SGQ) realizam os controles de quase 38 mil itens relacionados à qualidade dos produtos e processos.

Com quase 10 anos de atividade, a unidade consolidou uma cultura de excelência, mais recentemente reforçada com o desenvolvimento da primeira Escola Técnica de Qualidade, que já capacitou cerca de 80 colaboradores em todas as áreas nos procedimentos de qualidade e padrões de produtos.

A gestão de qualidade dos produtos se inicia muito antes do recebimento dos suínos na planta, como parte de uma cadeia longa e complexa que vem do campo à mesa. O SGQ representa a aplicação de programas de autocontrole que se fundamentam na inspeção contínua e sistemática de todos os fatores que, de alguma forma, podem interferir na qualidade higiênico-sanitária dos produtos até os seus destinos finais.

Os autocontroles incluem o Programa de Procedimentos Padrão de Higiene Operacional, o Programa de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle e, num contexto mais amplo, as boas práticas de fabricação e os respaldos para certificação de produtos destinados à exportação. Entre os objetivos dos programas estão a padronização das operações de limpeza e sanitização das instalações, equipamentos e utensílios nas linhas de processamento, a prevenção de perigos potenciais que podem comprometer a segurança dos alimentos e a definição de diretrizes que garantam que 100% das cargas de produtos destinadas à exportação atendam aos requisitos de mercado.

O resultado disso é alimentação de qualidade do Brasil para o mundo. Entre os países a que se destina a produção de Campos Novos, estão Argentina, Bieolorrússia, Cazaquistão, Chile, China, Coreia do Sul, Moldávia, Paraguai, Ucrânia e Uruguai. Hong Kong, o território autônomo no sudeste da China, também consome cortes da BRF. A unidade tem uma certificação internacional que reforça seu compromisso com as boas práticas de bem-estar animal com o selo Professional Animal Auditor Certification Organization (PAACO), que compreende uma série de normas de padrões de transporte e abate humanitário de suínos.

Cláudio Thomas

Outras Notícias

Apostador do município de Ouro acerta o prêmio principal da Lotofácil

Ouro - Um apostador do município de Ouro (SC) ganhou R$ 105.712,98 no sorteio desta terça-feira (20) da Lotofácil. A ...

Morre vítima da Covid-19 o Presidente da Câmara de Vereadores de Campos Novos

O presidente da Câmara de Vereadores de Campos Novos, Adavilson Telles, conhecido como Mancha, faleceu nesta segunda-...

Polícia Civil de Treze Tílias prende homem por crimes contra os costumes e atraso na pensão alimentícia

A Polícia Civil de Treze Tílias, com o apoio da SIC de Joaçaba, cumpriu no final da tarde da quinta-feira, 15, mandad...

Fabiano da Luz propõe criação de linha de crédito aos agricultores

O Estado de Santa Catarina deve ter queda na produção de milho de cerca de 2,7 milhões de toneladas para 1,5 milhão n...