Consórcio Machadinho realiza mais uma soltura de peixes

Mais 6 mil peixes foram soltos no lago da Usina Hidrelétrica Machadinho na tarde de quarta-feira, dia 13 de março. A ação é uma soltura experimental, que faz parte e é prevista no plano de monitoramento de ictiofauna, com peixes produzidos pelo Laboratório de Biologia e Cultivo de Peixes de Água Doce (LAPAD/UFSC).

A atividade ocorreu na área do Centro de Referência em Desenvolvimento Sustentável (Escola Socioambiental), em Piratuba, contando com a participação de um grupo de agricultores, uma equipe da área ambiental da Usina e do Lapad, representantes do Consórcio Machadinho e Bombeiros Militares de Piratuba. Foram soltos 2 mil piavas, 2 mil curimbas e 2 mil suruvis.

Em seguida o grupo que participou foi recebido no auditório da escola, para uma explicação sobre como ocorre a reprodução em laboratório. O pesquisador do Lapad, Luciano Augusto Weiss, falou que os peixes são criados a partir de matrizes capturadas aqui na região e que existe um cuidado especial na seleção e transporte dos indivíduos que são soltos no lago.

Os peixes contam com uma marcação e a identificação pode ser feita com um pequeno pedaço de nadadeira, que deve ser retirado e mantido congelado, para que posteriormente sejam recolhidos pela equipe do LAPAD/UFSC. Cerca de 30 pescadores da região estão cadastrados pela Usina Machadinho e ajudam nesse trabalho de identificação. Dessa forma, é possível avaliar os resultados das solturas.

Para saber mais sobre o assunto ou informar sobre a recaptura dos peixes, ligue para o 0800-644-0026 (ligação gratuita).

Outras Notícias

Homem fica ferido após sofrer queda de altura em Zortéa

Um homem de 25 anos, identificado pelas iniciais LBS, ficou ferido após cair de uma altura de aproximadamente 2 metro...

UFFS ofertará curso de Educação Especial Inclusiva

A Universidade Federal da Fronteira Sul - UFFS conquistou a aprovação do projeto de um curso de Educação Especial Inc...

Escola de Maximiliano de Almeida recebe biodigestor

A Escola Estadual de Ensino Fundamental João XXIII, de Maximiliano de Almeida, RS, recebeu na quinta-feira, dia 11, u...

Engenheiro responsabiliza software utilizado por falha no cálculo em projeto da Rua Coberta

O engenheiro Emerson Ferrari, responsável pela elaboração do projeto da Rua Coberta, prestou esclarecimentos na câmar...