Saretta repudia cortes do orçamento da saúde

O deputado estadual Neodi Saretta repudiou, hoje (05), em pronunciamento na Tribuna da Assembleia Legislativa, o anúncio do governo federal de cortes do orçamento da saúde que chegam a R$ 179 milhões. “A maior fatia do contingenciamento é nas ações de fortalecimento do SUS, justamente a área que mais precisa para atender bem a população”, reclamou.

Entre as ações e programas alvos da redução de recursos, disse Saretta, estão o apoio à manutenção de unidades de saúde, a melhoria da formação de profissionais e médicos e verbas destinadas a atividades ligadas ao apoio e manutenção de programas consolidados, como o Mais Médicos e a Rede Cegonha.

Saretta é presidente da Comissão de Saúde da Alesc e, diante de tantos esforços realizados para alocar mais recursos, buscando melhor atendimento, vendo diariamente o drama das famílias com o fechamento de leitos hospitalares, a falta de medicamentos, a demora para as cirurgias eletivas, as filas de espera, disse que não vai admitir que os cortes recaiam justamente sobre a área mais sensível, da saúde pública. “Não vamos aceitar passivamente esta redução de recursos para cobrir os rombos, desvios e falcatruas deste governo”, salientou.

Susana Rigo
Assessoria de Imprensa do deputado Neodi Saretta
A.M

Outras Notícias

Álcool causa mais de 3 milhões de mortes por ano, diz OMS

Um relatório divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta sexta feira (21) revelou que o consumo de bebida...

Gestores têm 15 dias para divulgar balanço da campanha de vacinação

Gestores públicos terão até 15 dias para informar ao Ministério da Saúde quantas doses da vacina contra o sarampo e c...

Encontro de Idosos em Ipira é marcado por público significativo

O último sábado (18), foi dia de festa em Ipira. Um público significativo da 3ª idade se reuniu no Ginásio do Campo ...

É #FAKE que acordar e se levantar rapidamente à noite pode causar acidente vascular cerebral

A pessoa que acorda de repente para urinar e levanta rapidamente da cama pode sofrer um acidente vascular cerebral se...