WhatsApp oferece bolsa de US$ 50 mil para combater fake news

O Whatsapp, aplicativo de mensagens instantâneas, recebe até 12 de agosto inscrições para suas bolsas de pesquisa. A empresa selecionará os melhores projetos que analisem as fake news e o uso da plataforma. Ao todo, os escolhidos para essa edição recebem até 50 mil dólares.

Além desse apoio financeiro, a iniciativa inclui duas oficinas nos Estados Unidos. Primeiro, os pesquisadores embarcam para um workshop na Califórnia, em outubro. Nesse momento, conhecerão mais a fundo o trabalho do Whatsapp e um contexto sobre o problema da desinformação.

O segundo encontro ainda não tem local definido, mas acontece em abril de 2019. Nele, devem ser apresentados detalhes das pesquisas desenvolvidas com o prêmio de até 50 mil dólares.

Como se inscrever para a bolsa do Whatsapp
O foco do projeto do Whatsapp é selecionar pesquisadores mais experientes, com nível compatível ao de um doutorado. O prêmio destina-se a pesquisa independente, em que o candidato “desenvolva ferramentas conceituais, compile e analise dados e/ou investigue questões relevantes”.

A prioridade fica para acadêmicos que sejam de áreas das Ciências Sociais e que estudem tecnologia.

Entre os temas prioritários estabelecidos pelo Whatsapp, estão:

#1 Processamento de informações de conteúdo problemático
#2 Informações relativas a eleições
#3 Efeitos de rede e viralidade
#4 Alfabetização digital e desinformação
#5 Detecção de comportamento problemático em sistemas criptografados

Como parte do processo seletivo, é necessário enviar detalhes sobre o projeto, bem como biografia e currículo do pesquisador. Deve-se, ainda, submeter um orçamento detalhado. Todos os itens devem estar em inglês.

Vale lembrar que, para participar da iniciativa, o candidato deve estar vinculado a alguma instituição, como universidades e centros de pesquisa. Isso porque o valor será doado diretamente à instituição, que deve estar aberta a financiamento externo.

Foto: Chris Ratcliffe/Bloomberg / Divulgação

Fonte: EXAME
A.M

Outras Notícias

Diante de recusa de Bolsonaro de ir a debate, TV Globo não chamará Haddad

Diante da recusa do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, de comparecer a debates televisivos,...

PT entra com pedido de investigação no TSE e pede inelegibilidade de Bolsonaro

O PT entrou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com uma ação de investigação contra o candidato à Presidência Jair B...

Justiça condena PT a indenizar Luciano Hang e a Havan

O juiz Tanit Daltoé, da 2ª Vara Cível de Itajaí, condenou o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em ...

PF indicia Michel Temer e filha Maristela por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

BRASÍLIA — Após 13 meses de investigação, a Polícia Federal(PF) finalizou o inquérito que apurava se o presidente Mic...