Prefeito de Ipira Marcelo Baldissera é preso preventivamente pela operação Fundraising

Na manhã de hoje, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) e o Grupo Especial Anticorrupção (GEAC), em apoio à investigação conduzida pela Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos do Ministério Público de Santa Catarina, deflagraram a segunda fase da operação “Fundraising”. (Segue após a publicidade)

A operação busca desarticular possível organização criminosa, capitaneada por grupo empresarial, suspeita de praticar ilícitos contra a Administração Pública, especialmente o desvio de recursos públicos e fraudes em licitações, e que, em suas ações, estaria buscando recrutar agentes públicos e particulares com o fim de obter ganhos ilícitos em prejuízo ao patrimônio público.

De acordo com a investigação, o suposto grupo criminoso atuaria com a finalidade de direcionar processos licitatórios em diversos municípios do Estado. Sob o pretexto de prestar serviços de consultoria e de assessoramento para captação de recursos públicos, buscava firmar contratos públicos sem que houvesse necessariamente a comprovação de qualquer atividade, mas que serviria de subterfúgio para que servidores públicos, assim como agentes políticos e particulares, supostamente tivessem ganhos ilícitos por meio do recebimento de vantagens indevidas.

O cumprimento dos 11 mandados de prisão preventiva, dos cinco de suspensão do exercício das funções públicas e dos 63 de busca e apreensão, expedidos pela Quarta Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, concentra-se em 23 municípios catarinenses, em um município do Rio Grande do Sul e em Brasília.

De acordo com a colega jornalista Maga Stopassoli, o ex-deputado federal Edinho Bez foi alvo de busca e apreensão. Saibam quem são os alvos da operação:

Fernando de Faveri Marcelino (MDB) – Prefeito Municipal de Cocal do Sul (prisão)


Clori Peroza (PT) – Prefeita Municipal de Ipuaçu (prisão)


Marcelo Baldissera (PL) – Prefeito Municipal de Ipira (prisão)


Mário Afonso Woitexem (PSDB) – Prefeito Municipal de Pinhalzinho (prisão)


Emerson Ari Reichert (PT) – ex-Prefeito de Ipira e empresário (mandado de busca e apreensão)

Mauro Francisco Risso (MDB) – Prefeito Municipal de Jardinópolis (mandado de busca e apreensão)


Além dos sete prefeitos, 22 prefeituras estão sendo alvo de mandados de busca e apreensão como parte das investigações.

SC EM PAUTA

Outras Notícias

Evando Azeredo é o pré-candidato a prefeito de Piratuba pelo União Brasil

O União Brasil confirmou na manhã deste sábado, 29 de junho, o nome de Evando Azeredo como pré-candidato a prefeito e...

No Capacita 11, em Concórdia, PP lança pré-candidatos a prefeitos e vices de municípios da Amauc

O Partido Progressistas apresentou, em Concórdia, uma série de pré-candidatos a prefeitos e vices dos municípios da r...

PSD confirma a pré-candidatura de Vanderlei Weber e indica dois nomes para a vaga de vice

O PSD de Piratuba confirmou o nome do atual vice-prefeito, Vanderlei Weber, como pré-candidato a prefeito nas eleiçõe...

Diretório estadual do União Brasil confirma pré-candidatura a prefeito em Piratuba

O diretório estadual do União Brasil confirmou, na semana passada, que o partido trabalha com a pré-candidatura a pre...