App brasileiro converte textos impressos em sons para deficientes visuais

O EyeFy é a grande novidade para ajudar as pessoas com deficiências visuais. O app, criado no Brasil, é gratuito e usa inteligência artificial e aprendizado de máquina para identificar as palavras e converter textos em sons, como uma leitura em voz alta. O software pode ajudar também as pessoas não alfabetizadas. As informações são do Canaltech.

A inspiração teria sido um sistema que faz a mesma coisa, a partir de uma câmera acoplada na armação dos óculos, mas que é muito caro — custa R$ 19 mil para ser instalado. O criador do utilitário, Jonathan Santos, queria criar uma iniciativa mais ampla e aberta para todos, então lançou o aplicativo sem cobrança alguma ou uso de publicidade. Nem mesmo é necessário conexão à web para utilizá-lo depois de baixado para o dispositivo móvel.

Para usar o app, é só baixá-lo na Play Store — por enquanto não há versão para iOS — e abrí-lo com a câmera, mirando o texto com o dedo pressionado por alguns segundos. Em seguida, o aparelho deve reconhecer as frases e então “ler em voz alta”.

Vale lembrar também que há atualmente o projeto #PraCegoVer, que busca acessibilidade em redes sociais por meio da audiodescrição de imagens detalhar por meio de palavras. Ambas as iniciativas, juntas, com certeza podem melhorar muito o cotidiano de quem é cego.

FONTE: tecmundo

Outras Notícias

Mensagens no WhatsApp poderão ser apagadas para sempre

Você usa WhatsApp e tem o sistema operacional Android no seu celular? Então, é melhor fazer uma cópia de segurança da...

Anatel aperta o cerco a smartphones vindos da China e cobra taxa de homologação

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), confirmou nesta semana que está retendo para homologação uma série d...

Fechar todos os apps do celular não ajuda a economizar bateria

Encerrar simultaneamente os aplicativos abertos no celular pode ser, para alguns, até divertido. Como num passe de má...

Linhas pós-pagas crescem 13,5% em 12 meses, diz Anatel

O número de linhas pós-pagas no Brasil aumentou 13,5% na comparação entre agosto de 2018 e o mesmo mês do ano passado...